quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Neemias lidera um genuíno avivamento - Subsídio para EBD - Professor Érick Freire


Quando se fala em avivamento geral e genericamente remetemo-nos ao batismo com Espírito Santo, o movimento da rua Azuza e isso incorre em um grande erro, batismo com Espírito Santo não está ligado totalmente a avivamento, pois ser avivado é restaurar a vida, dar novo direcionamento a vida ou mesmo mudar de rota. A reforma protestante foi um avivamento superior ao avivamento da rua Azuza, como também, o avivamento de Israel liderado por Neemias, Esdras e pela vontade do povo foi ainda maior, porque não saiu de uma faísca, mas do coração do povo em querer escutar e compreender a lei dada por Deus a Moisés, pois a ignorância e cegueira espiritual do povo naquela época era igual ou pelo menos comparada a cegueira de hoje, mas por que comparada a de hoje? Simplesmente porque o povo não quer conhecer verdadeiramente a Palavra e sim querem interpretar a Palavra a seu bel prazer, isso quando ela é lida, um pensamento interessante de Halley que ele aplicou aos dias dele, na década entre 1930 e 1940 era o seguinte “Quase não há pregação bíblica na igreja – há muita alegorização e metaforização. As pessoas frequentavam os cultos a vida inteira e não sabem nada a respeito da Bíblia, até mesmo nas igrejas fundamentalistas. A pregação deve ser claro e simples ensino bíblico”. (HALLEY, 2002, p. 882) Será que isso é diferente de hoje? Com certeza não! O povo está mais preocupado com entretenimento, piadas no púlpito, rajadas de glória, foguetões, fogo de palha, “palha assada”, isso é que querem! Uma geração mimada e intransigente! Não devem ser comparados com o povo de Judá, pois eles mesmos, motivados pela liderança espiritual de Esdras (diferente de muitos sacerdotes de hoje em dia – entendam como sacerdotes de hoje os líderes e pastores descompromissados) e pela força motivacional de Neemias, lembrem-se, Neemias foi batizado por uma angústia profunda quando no início da história de seu livro-diário que estamos estudando o mesmo, sentou-se e chorou copiosamente, jejuou e orou a Deus, quando Neemias começou a construção só ele tinha dentro de si qual era a obra que Deus queria realizar, o povo ainda não entendia, até que, construindo os muros em 52 dias o povo viu que Deus estava do lado de Neemias, reconheceram a liderança e pediram o mais importante agora, “Esdras traga-nos o livro da lei! Leia e nos ensine!”

Quanta mudança estava por vir, o povo teria entendido qual era a verdadeira reconstrução que o Senhor queria realizar no meio deles, a leitura da Palavra trás avivamento, foi o que houve também com Martinho Lutero, ao ler a Palavra e estudar ele começou a observar as mazelas que estavam contaminando o povo, os líderes eclesiásticos e os líderes políticos, o grande abismo que existia entre a verdadeira doutrina e a doutrina de homens, se formos analisar nos dias de hoje, as nossas igrejas estão cheias dessas mazelas e “invencionismos” de líderes despreparados.
Voltando ao livro de Neemias. No momento em que o povo se reúne em frente a Porta das Águas, Esdras se apresenta em cima de um púlpito feito sobretudo para aquela ocasião e ao seu lado mais treze sacerdotes e após o levantar do povo, a apresentação de suas mãos ao céu, como que dissessem “Senhor estão aqui minhas mãos vazias, dependo de tua vontade!” Então Esdras começa a ler, provavelmente o livro de Deuteronômio  e o povo começa a escutar a leitura e ouvir as explicações e não se conformam pelo quanto não cumpriam nada do que deveriam estar fazendo, mas ao ponto que o livro da lei era lido o povo se quebrantava e chorava mais, foram quase seis horas de aprendizado e pranto, e depois uma campanha de consagração espiritual tremenda associada  a uma comemoração, não porque o povo estava em pecado, mas porque agora estavam conhecendo a verdade e seriam libertos das mazelas recorrentes no meio do povo, por isso, aquela afirmação de Jesus pode muito bem encaixar-se aqui “Conhecereis a verdade e ela vos libertará!” O povo passou a ser liberto das amarras do erro.
Nos nossos dias precisamos de uma releitura da lei (A Bíblia), o aprendizado efetivo dela, um batismo de angústia, uma reflexão dos nossos atos pecaminosos, não só os que estão dentro dos dez mandamentos, mas as fofocas, intrigas, dissenções e todo o desvio de conduta de nossos líderes que, muitos deles, estão nadando em dinheiro, pregando para própria exaltação e benefício, desviando os olhos do povo da verdade!
Estamos mal acostumados a movimentos ditos “pentecostais” que na realidade não passa de meninice (1 Co 13 e 14) estão brincando com o Espírito Santo, estão mostrando Deus como um banqueiro que financia todos os nossos luxos e até luxúria, mostrando um Deus tolo, compassivo ao extremo, com amor demais sem justiça, com amor que fica cego com o pecado de prostituição, homossexualismo, dissenções.
Um dos piores momentos estamos vivendo em nossa era, pois não só o “mundo” jaz no maligno, mas a “igreja” está casada com o mundo, já aparenta até um contrato social entre os dois, como se firmasse assim “Não falo mal de você mundo, não é tão importante falar do que você trás para dentro de mim porque é bom, os meus ‘templos’ estão cheios e isso é o que importa, gosto da musicalidade se sobrepondo a Palavra, o povo está cansado de ouvir a bíblia, por isso eu como ‘igreja’ lhe prometo que te serei fiel até a morte, pois não espero mais a volta de Jesus, ele tá demorando demais, acho melhor me casar antes que fique pra titia!” Essas são as palavras da igreja maculada pelo pecado, igreja que não é a Igreja do Senhor e nem tampouco é composta pelos remanescentes essencialmente cristãos!
Que o exemplo do reino de Judá, guiado por Deus através de Neemias, seja seguido por nós, o avivamento não vem por meio de pregadores gritadores, mas por meio do ensino genuíno da Palavra de Deus. Não esses cultos de “doutrina” que fazem por aí, onde tem pastor só falando da vida dos outros, das roupas, de como cozinhar e conservar feijão sem azedar, até de culinária, mas nunca da Palavra de Deus, isso não é ensino, é porcaria, balela, falta conhecimento pelos líderes, nem sequer motivam ao povo estudar a Palavra, dizem que só vale a aplicação pessoal da Palavra como suficiente, isso é um sofisma, um erro, que deve ser extirpado do meio do povo de Deus, como Jesus mesmo disse “Falsos mestres, por que põem julgo no povo que vocês mesmos não suportam?”


Seu comentário no Livro!

Faça um comentário sobre o Blog EBD Brasil e tenha-o publicado em um livro, para participar é muito simples, basta deixar seu comentário na caixa de comentários dos leitores < Clique Aqui > e Participe!!!

UMA BOA AULA E QUE A PAZ DO SENHOR SEJA COM TODOS VOCÊS!!!
Reações:

19 comentários :

  1. OBRIGADO PROFESSOR ÉRICK, ESSE SUBSÍDIO VAI MUITO ENRIQUECER A MINHA AULA, DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO E TE USANDO NA TERRA, GLÓRIAS A DEUS, AMÉM.

    ResponderExcluir
  2. Estou aqui para servir ao Senhor e em consequência a vocês todos!
    QUE O SENHOR JESUS TE ABENÇOE!!!

    ResponderExcluir
  3. Erick, muito ótimo esse subsidio, parabéns pela sabedoria de postar o mesmo, que Deus possa sempre está capacitando você a nos auxiliar e ajudar nessa tarefa tão linda que é , ensinar a Palavra de Deus. Paz e Deus abençoe você e sua família.

    ResponderExcluir
  4. Caro Irmão Erick, continue sempre assim inspirado pelo Espirito Santo, Deus vai lhe recompensar grandemente e quando estivermos junto com o Senhor ele lhe mostrará as ovelhas que você resgatou para seu Reino, com a ajuda do Espirito Santo.

    ResponderExcluir
  5. Amém! Obrigado queridos irmãos, estou aqui para servi-los, essa é minha missão!
    Sonho com uma Escola Bíblica Dominical com qualidade e amor!!!

    ResponderExcluir
  6. Irmão Erik, que Deus continui te usando como um atalaia na obra do Senhor.Precisamos de vozes que se levantem para falar, não o que o povo quer ouvir,mas o que o Deus da Bíblia quer nos ensinar.
    Grata Elian

    ResponderExcluir
  7. Amém Elian, que o Senhor Jesus te capacite cada vez mais!!!

    ResponderExcluir
  8. muito bom!!! com certeza esse subsidio vai enrriquecer ainda mais nossas aulas...obrigado!

    ResponderExcluir
  9. Amém lucy, vejo que está aqui constantemente, obrigado por suas visitas e comentários!!!

    ResponderExcluir
  10. OBRIGADO IRMÃO, O COMENTÁRIO TEM SIDO UMA BENÇÃO PARA MINHA PRÁTICA DE ENSINO.
    QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO.
    A PAZ DO SENHOR.
    IRMÃO NUNES - PETROLINA - PE

    ResponderExcluir
  11. Amém querido Nunes estou aqui para servir a todos vocês!!!

    ResponderExcluir
  12. muito bom!!! com certeza esse subsidio vai enrriquecer ainda mais nossas aulas...obrigado!

    ResponderExcluir
  13. tudo que aprendemos sobre a palavra de DEUS é importante para nosso relevo espiritual ótimo wilson de guarulhos cumbica

    ResponderExcluir
  14. josiene candeias ba06 novembro, 2011

    e muito bom saber que podermos contar com um irmao dotado de sabedoria de deus para nos auxiliar que deus continui abencoando o seu ministerio e a sua familia

    ResponderExcluir
  15. Obrigado a todos!
    Estou para servi-los, obrigado Wilson e Josiene!

    ResponderExcluir
  16. caro irmao Érick e uma maravilha ter comc auxilio um comentario abençoado e uma pena que amaioria das nossas igrejas inclusivel aminha aonde eu congrego aqui no piaui a liderança da escola nao tem essa visao ou seja os professores pararam no tempo..........

    ResponderExcluir
  17. Amém querido(a), estou aqui pronto para ajudá-los, se achar necessário os anime e os indique o blog, SEJA NEEMIAS NA SUA IGREJA!!! MOTIVE O POVO DE DEUS!!!!

    ResponderExcluir
  18. é um sinal que o irmão tem o seu prazer na lei do senhor
    , e na sua lei medita de dia de noite

    ResponderExcluir
  19. Amém, amado irmão, não passo de um zé ninguém! Deus é que é grande!!!

    ResponderExcluir

Faça valer a sua ideia!